ABC do empreendedor à distância de um clique

Aprender de forma económica e rápida sobre como montar uma empresa ou abrir o seu próprio negócio poderá, em breve, estar apenas à distância de um clique com o portal ABC do empreendedor. Este site pretende apoiar os empreendedores fornecendo, a par da legislação angolana, toda a informação necessária para montar um negócio

” Pequenas empresas, grandes negócios” é, provavelmente, um dos maiores lemas do mundo do empreendedorismo, onde o potencial de crescimento é o maior estímulo. No entanto, não basta pensar grande, ou querer ser dono do seu próprio negócio, para conseguir empreender. É preciso aconselhamento. Foi a partir da experiência que tiveram enquanto pequenos empreendedores que o administrador do ABC do Empreendedor, Ronaldo Pitta Grós, e a fundadora do site, Emília Dias, tiveram a ideia de criar um portal electrónico para dar suporte a quem deseja criar uma empresa ou abrir um negócio. As orientações deste site passam pela concepção da ideia, a planificação e a legalização da empresa. Segundo Ronaldo Pitta Grós, as dificuldades para dar o primeiro passo como empreendedor residem na informação. Conforme exemplifica “há pessoas que não sabem o que é um IPU (Imposto Predial Urbano), nem quando devem pagá-lo.

Mas, no final do ano, quando chega a hora de apresentar o imposto industrial, no caso das empresas que pagam, é cobrado o IPU e, aí a questão será: porque devo pagar por isso?”. Para atender a estas e outras questões, o portal pretende que os seus subscritores fiquem a par de toda a linha de informação que envolve o mundo do empreendedorismo, chegando mesmo às pequenas informações que podem parecer irrelevantes: “As pequenas informações não estão reunidas num único lugar. Geralmente, as pessoas tendem a recolhê-las em algum canto ou outro, mas o ABC do Empreendedor vai englobar toda essa informação para que os interessados saibam o que é necessário para se ter uma empresa legalizada”, esclareceu Ronaldo Pitta Grós.

Mas, o projecto não se limita ao portal, este é apenas o começo. De acordo com a fundadora do site, Emília Dias, já existe uma parceria com Evision, empresa de consultoria para pequenos empreendedores: “O portal é uma forma de aglomerar e simplificar o processo. Para as questões complexas, encaminhamos para a área de marketing e, depois, oferecemos serviços de assessoria”, explica. A Evision oferece um espaço de coworking, ou seja, um modelo de trabalho que se baseia na partilha de espaço e de recursos de escritório, reunindo pessoas que não trabalham necessariamente para a mesma empresa ou na mesma área de actuação. Esta parceria possibilita transformar o que está disponível no site em algo físico: “O portal vai contar com uma linha de apoio, das 07h00 às 17h00, para dar suporte a qualquer dúvida”, adiantou ainda Emília Dias. Para assegurar a rentabilidade e a sustentabilidade do portal, o utilizador vai ter que pagar, no acto de subscrição, uma taxa de acesso de 10 mil kwanzas por mês. Esta taxa vai dar acesso às ferramentas disponíveis no site e possibilitar a recepção pelo utilizador da Newsletter do ABC com novidades, actualizações, lembretes e dicas de grande utilidade para os empreendedores. Para os serviços especiais e personalizados, o valor a ser cobrado vai corresponder às especificidades exigidas.

“O portal não substitui a necessidade de se ter um profissional físico, mas oferece as ferramentas básicas para que o próprio empreendedor perceba do que precisa”, clarifica o administrador do site. Ronaldo Pitta Grós exemplifica ainda que, ao montar uma pequena empresa, o empreendedor não terá a necessidade de contractar alguém para saber como se faz uma factura ou se calcula o imposto de selo, o IRT (Imposto sobre o rendimento do trabalho) ou o INSS (Instituto Nacional de Segurança Social) nos salários. Pessoas de diferentes ramos participam da construção do portal de forma a submeter material credível sobre o mundo do empreendedorismo: “Para que não seja a ideia de um único gestor que considera o material existente suficiente, é preciso mostrar que o portal quase equivale a um profissional físico”, esclareceu o administrador do site. O investimento inicial do portal está avaliado num montante de 30 mil dólares. Por enquanto, o portal está em fase de construção, mas já possui um endereço electrónico que está em teste. A equipa do portal está à procura de patrocinadores e parcerias para levar avante o projecto. Contudo, a fundadora do portal, Emília Dias, afirmou que a previsão do lançamento da ferramenta electrónica está prevista para finais de Janeiro de 2016.

ABC do empreendedor à distância de um clique