Aeroporto de Cabinda pode ser alternante ao Internacional “4 de Fevereiro”

As obras de construção e ampliação do aeroporto “Maria Mambo Café”, em Cabinda, visam dotá-lo de condições operacionais e técnicas para que possa ser uma alternante de destino ao Aeroporto Internacional de Luanda, avança a Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA), em comunicado distribuído à imprensa, em Luanda.

A ENANA informa ainda que o projecto, que respeita as recomendações das organizações internacionais da aviação civil nomeadamente, ICAO e a IATA, visa a construção de raiz de um novo terminal de passageiros, terminal de cargas, áreas para os serviços de Bombeiros e escritórios.

As obras, a cargo da empresa chinesa CRCC, terão a duração de 14 meses e consistem no alargamento da placa de estacionamento de aeronaves de 195X65 metros para 469X111 metros, com capacidade para acomodar três aeronaves junto as mangas e duas posições de estacionamento para aeronaves do tipo Boeing 777-300ER e cinco posições para helicópteros super puma.

Será igualmente ampliada a pista, que passará de 2500 para 3400 metros de comprimento e de 48 para 60 metros de largura incluindo as bermas e o reforço da pista.

Nos últimos 10 anos o executivo, através do Ministério dos Transportes e da ENANA tem feito investimentos para a reabilitação e modernização dos aeroportos do país com destaque para o “Albano Machado”, no Huambo, “Comante Kwenha”, em Menongue (Cuando Cubango) e “11 de Novembro”, em Ondjiva, Cunene.

Foram igualmente reabilitados os aeroportos “Deolinda Rodrigues”, em Saurimo (Lunda Sul), “Kamakenzo”, no Dundo (Lunda Norte), “Weliwitschia  Mirabiles”, no Namibe, da Mukanka , no Lubango e da Catumbela.

 

Aeroporto de Cabinda pode ser alternante ao Internacional “4 de Fevereiro”

| DESTAQUE, NEGOCIOS & MUNDO |
About The Author
-