Empresa americana vai vender casas a 24 mil dólares em Angola

O presidente do grupo norte-americano American Plastics Technologies, Rao K. Murukurthy disse, em exclusivo ao Semanário Económico, que para implementação do projecto imobiliário pretende investir mais de 10 milhões de dólares nas províncias de Luanda, Benguela, Huila, Cabinda e Cuanza Sul

A American Plastics Technologies (APT), uma empresa norte-americana, pretende desenvolver no país, um projecto imobiliário que vai possibilitar a aquisição de residências de tipologias T3 e T4, no valor máximo de 24 mil dólares, cerca de 2 milhões de kwanzas.

Em entrevista exclusiva ao Semanário Económico, o presidente da empresa norte-americana, Rao K. Murukurthy, disse já ter manifestado o desejo do investimento ao Executivo angolano, através de um encontro que teve com o ministro do urbanismo, aquando da sua visita em Angola, no mês passado.

Já tivemos a oportunidade de apresentar o projecto ao ministro angolano do urbanismo que se mostrou interessado em criar parceria connosco”, disse.

Caso o projecto venha a se concretizar, a empresa americana tem como alvo às províncias de Luanda, Benguela, Cabinda, Huila e Cuanza Sul, e vai investir cerca de 10 milhões de dólares. Mas para a concretização do referido projecto, Murukurthy disse que aguarda pela resposta positiva por parte do governo angolano, por um lado, e por outro, espera encontrar parceiros locais.

Queremos aproveitar as oportunidades que o governo de Angola está a dar, no âmbito da cooperação económica com os Estados Unidos, porque acreditamos que é o momento certo para investir netse país”, frisou o investidor norte-americano.

O projecto prevê construir numa primeira fase, cerca de 2.500 residências em cada província, que serão comercializadas a 24 mil dólares cada.

“Se este projecto estiver implementado em cinco províncias, poderemos construir cerca de 12 mil e 500 residências por ano”, explicou.

O empresário americano esteve recentemente em Angola, onde participou ao Fórum Empresarial Angola-Estados Unidos realizado no final do mês passado, em Cabinda.

A American Plastics Technologies (APT) é uma empresa americano com sucesso notável no sector da indústria, construção e serviços. Além do investimento no sector imobiliário, a empresa pretende fornecer equipamentos hospitalares em Angola.

Exportações avaliadas em 6 mil milhões

Em 2013, o volume de importações por parte de Angola estava avaliada em mil milhões de dólares. As exportações, no mesmo ano, foram de 4 mil milhões de dólares, valor que, segundo dados do Serviço Nacional das Alfândegas, subiu no ano passado, para 6 mil milhões de dólares, cifra que representou 12,3% do total das exportações no referido período.

Empresa americana vai vender casas a 24 mil dólares em Angola

| DOSSIER |
About The Author
-