Odebrecht abre inscrições para o prémio de desenvolvimento sustentável

Já começaram as candidaturas para a sexta edição do prémio Odebrecht para o desenvolvimento sustentável, que visa estimular estudantes universitários a participar na busca por soluções técnicas, responsáveis e inovadoras para os principais temas ambientais.

Os candidatos poderão entregar os trabalhos até ao dia 31 de Dezembro do corrente ano, os trabalhos, podem ser apresentados individualmente ou em grupo e devem ser orientados por um professor ligado ao departamento de engenharia das suas universidades. Cada projecto vencedor receberá o prémio no valor de 2.250.000,00 Kz, sendo 750.000,00 Kz para o estudante ou grupo de estudantes autor do trabalho, 750.000,00 Kz para o professor orientador e 750.000,00 kz para a universidade à qual estiverem vinculados os vencedores.

Adicionalmente, os estudantes vencedores poderão ingressar no programa de estágio na Odebrecht Angola, com a oportunidade de fazer carreira na empresa.

Os vencedores do ano passado

Em abril do corrente ano, a Odebrecht entregou os prémios da 5ª edição do Prémio, referente ao ano de 2014.

O Prémio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável foi implementado em Angola em 2010, com o objetivo de estimular a geração de conhecimento sobre temas relacionados com a contribuição da engenharia para o Desenvolvimento Sustentável, e difundir tais conhecimentos junto da comunidade académica e da sociedade em geral.

Os trabalhos apresentados foram avaliados tendo em conta o seu conteúdo, clareza, fundamentação, profundidade, contribuição, técnica, aplicabilidade e apresentação. Este ano, a realização da 5ª edição do prémio vai coincidir com a celebração dos 40 anos de Independência de Angola e, por este facto, realizará no local um painel sobre sustentabilidade. O painel será composto por diferentes personalidades da sociedade Angolana que dissertarão sobre o tema e apresentarão suas visões sobre a importância da independência para o desenvolvimento sustentável do país.

Dos laureados constavam Octávio Salomão Martins Muanza, que desenvolveu o tema “Aproveitamento de lixos e dejectos rurais na geração do biogás para uso de gás de cozinha nas zonas rurais de Angola, Helder Silva, Ricardo Domingos e Hemson Lourenço, com o tema” Sistema de armazenamento, tratamento e distribuição de águas residuais e pluviais”, e Walter de Jesus Zau Elias, Elias Vita e Inocência Paulo, com o tema “A compostagem”. Os diplomas e as estatuetas foram entregues pelas ministras do Ambiente, Fátima Jardim, da Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Pereira Teixeira, e do ministro do Ensino Superior, Adão do Nascimento.

O prémio Odebrecht para o desenvolvimento sustentável tem como principais objectivos estimular a geração de conhecimentos sobre temas relacionados à contribuição da engenharia e difundir tais conhecimento junto da comunidade académica angolana e à sociedade em geral, inserindo-se em um amplo programa da Odebrecht de relacionamento com universidades.

Direccionado a jovens universitários que estudam em Angola, o concurso tem uma periodicidade anual e versa sobre o tema “Contribuições da engenharia para o desenvolvimento sustentável”.

Odebrecht abre inscrições para o prémio de desenvolvimento sustentável

| EMPREGO & CARREIRA |
About The Author
-